A execução de ferramentas na nuvem é uma estratégia que tem sido adotada por várias empresas. Ela permite que negócios tornem-se mais eficazes e consigam atingir objetivos mais ousados em médio e longo prazo. Além disso, os custos operacionais são reduzidos por meio de serviços mais eficazes e escaláveis.

Bem aplicada, a computação em nuvem pode colaborar com a empresa de várias formas. Quer saber mais? Então veja no nosso post de hoje: 4 vantagens de adotar ferramentas na nuvem!

1. Maior integração entre sistemas

Plataformas de cloud computing podem ser utilizadas para a execução de várias ferramentas. Por meio de APIs, essas soluções podem ser integradas, criando um ambiente operacional mais eficaz e com dados mais precisos. Consequentemente, uma série de processos terão um ganho de performance.

Rotinas de análise de mercado, por exemplo, passam a contar com uma capacidade maior de prever tendências. Já projetos internos tornam-se mais ágeis e com erros menos frequentes. Outro ponto positivo é que erros operacionais em processos de logística serão reduzidos.

2. Retorno do investimento elevado

O investimento em cloud computing é apontado por vários especialistas como uma aplicação de alto retorno. Por ter um custo que varia conforme o número de recursos contratados, vários serviços na nuvem tornam-se mais econômicos e fáceis de serem gerenciados.

O ganho de performance operacional permitirá que os gastos com a aquisição de ferramentas sejam revertidos com mais agilidade. Assim, a empresa poderá direcionar os seus recursos financeiros para novas aplicações, aumentando o grau de inovação interno.

3. Mais mobilidade

Por serem acessíveis em aplicativos mobile e via web, ferramentas na nuvem dão um grande ganho de mobilidade operacional para empreendimentos. Isso impactará na prestação de serviços, processos de suporte interno e na flexibilização das políticas de gestão. A empresa também ganhará mais competitividade ao manter serviços mais alinhados com as necessidades dos seus clientes.

A possibilidade de executar tarefas administrativas em qualquer lugar, por exemplo, permite a adoção de rotinas de home office. Funcionários poderão acessar e modificar documentos internos na sua casa com agilidade e segurança. Assim, a empresa passa a contar com um modelo de serviços mais flexível e com um custo operacional menor.

4. Simplificação das políticas de gestão e governança

O investimento em cloud computing pode tornar uma série de medidas de governança mais simples e automatizadas. A empresa contará com ambientes centralizados para definir regras de uso, controles de acesso e backup de dados. Além disso, o compartilhamento de informações ou a criação de novas contas de usuário serão feitos com mais agilidade, melhorando os fluxos de trabalho.

Esse é o caso, por exemplo, do uso de ferramentas como o Google Vault. A possibilidade de gerenciar todas as políticas de e-mail em um único local torna o processo de trabalho do gestor de TI mais simples e rápido. Como consequência, a gestão de contas terá mais precisão e uma capacidade mais ampla de evitar problemas.

Em longo prazo, a adoção de ferramentas na nuvem pode auxiliar no aumento do grau de automatização do ambiente operacional do empreendimento. Esse um é um objetivo que deve estar presente em todas as empresas que buscam novas formas de reduzir custos e manterem-se com uma rotina de alta performance.

Quer saber como escolher uma ferramenta em nuvem para sua empresa? Clique aqui e Baixe nosso e-book gratuito.