Geralmente, ouvimos falarem muito a respeito da importância do trabalho em equipe e do alinhamento dos funcionários para o bom andamento de qualquer empresa. Porém, poucas vezes nos orientam de como colocar isso em prática. E olha que não é tão difícil quanto parece! 

Pensando nisso, o artigo de hoje vai focar em dicas práticas para que você possa desenvolver melhor o trabalho em equipe na sua empresa. Aqui vão nossas cinco principais recomendações:

Delegue responsabilidades aos funcionários

Quando o gestor dá um passo atrás e delega responsabilidades aos funcionários, estes são forçados a utilizar o trabalho em equipe como ferramenta para desenvolver o projeto ou processo. Afinal, o gestor não está ali para resolver todos os problemas e há uma forte expectativa implícita sobre os resultados.

Nessa situação, os funcionários precisam estabelecer um diálogo entre si para tirarem dúvidas, para descobrirem o melhor caminho e para receberem algum feedback sobre o andamento da atividade, desenvolvendo o trabalho em conjunto para um objetivo final em comum.

Resolva os problemas na hora em que acontecem

Mesmo em uma equipe de trabalho que apresenta um vínculo positivo, eventualmente surgem problemas que podem levar a desentendimentos e animosidade. Quando isso acontece, o líder precisa intervir imediatamente para esclarecer o que aconteceu, tomar uma postura e restaurar a harmonia entre as partes envolvidas.

Se você deixar que o assunto se desenrole por muito tempo, o vínculo positivo que mencionamos pode ser tão desgastado que não irá se recuperar. E isso, é claro, vai afetar a capacidade de trabalho em equipe dos funcionários envolvidos no problema.

Seja claro ao comunicar funções e objetivos

Um dos maiores empecilhos ao trabalho em equipe é a falta de informação. Por exemplo, se o gestor não informa adequadamente quais são os objetivos da empresa ou do setor, ele pode ter um funcionário focando em reduzir os descontos para melhorar a margem de lucro, enquanto o outro está focando em aumentar os descontos para ampliar o volume de vendas; ou seja, trabalhando em direções completamente opostas, sem alinhamento.

Portanto, para garantir um trabalho de equipe forte, o gestor deve priorizar a comunicação interna, informando com clareza quais são os objetivos e qual é a função que cada um irá desempenhar para atingi-los.

Tenha cuidado com a coesão excessiva

Você pode não acreditar, mas uma equipe muito sólida e coesa também pode ser um problema. Quando a equipe atinge esse estágio de equilíbrio, ela tende a ficar menos flexível e fecha-se às inovações e às ideias desafiadoras. Ela pode, inclusive, recusar um novo membro que trabalhe de maneira diferente.

Por isso, enquanto enfatiza a importância do trabalho em equipe, o líder precisa demonstrar que estar aberto a discussões, sugestões e diferentes opiniões é tão importante quanto, de fato, encontrar o ponto de consenso.

Adote softwares para a gestão de equipes remotas

Softwares como o MyTeams permitem manter o alinhamento entre membros de uma equipe que trabalha “em campo”  por exemplo, vendedores que realizam atendimento externo. Como equipes que trabalham fora do escritório costumam ter pouco contato entre si, o trabalho em conjunto pode ficar um pouco desorganizado, especialmente se não houver um controle adequado. 

Essa é a vantagem dessas ferramentas: com o software de gestão de equipes remotas, o gestor consegue acompanhar o trabalho de cada colaborador em tempo real e também compartilhar informações sobre progresso e resultados com toda a equipe.

Sua empresa tem um forte trabalho em equipe ou você ainda está enfrentando dificuldades para atingir o ponto de equilíbrio? Compartilhe esse texto com seus colegas no Facebook e Twitter, e divulgue essas dicas para ajudá-los a fortalecer o espírito de cooperação.