O e-mail corporativo da Microsoft faz parte da rotina de muitas empresas, e é uma ferramenta que seguramente atende seu propósito. No entanto, os problemas do Outlook costumam significar atrasos, falhas de comunicação e muita dor de cabeça.

Existem outras empresas confiáveis que oferecem e-mails corporativos com diversas características que tornam seu uso mais vantajoso. Vamos ver alguns atributos que nos mostram que o e-mail corporativo da Google, por exemplo, é uma ótima alternativa para o Outlook.

1. Integração

O Outlook foi um programa pensado para rodar em máquinas desktop e com armazenamento local. Desse modo, ele não possui muitas integrações com outros aplicativos — e, mesmo as que existem, às vezes exigem instalações de softwares de terceiros.

O e-mail corporativo da Google, por outro lado, tem como grande vantagem sua integração com o G Suite, que é seu pacote de aplicativos para trabalho. Com isso, torna-se mais fácil, por exemplo, o compartilhamento de documentos, o controle de agenda e a descentralização da informação.

2. Armazenamento

Muitas vezes, o Outlook vai apresentar um recado de que a caixa de e-mail está quase lotada. Isso acontece porque, apesar de aceitar grandes anexos, ele oferece tamanhos de armazenamento como 2 ou 4 gigabytes (GB), que não são suficientes para um longo período de uso.

A Google oferece, em seu e-mail, 30GB de armazenagem por usuário. É tanto espaço, que provavelmente nunca será preciso deletar e-mails antigos, ficar criando rotinas de arquivamento e muito menos perder mensagens importantes.

3. Portabilidade

Poder acessar o e-mail e a agenda de qualquer lugar com Internet se tornou essencial, devido aos mais diversos modelos de trabalho que existem hoje. O Outlook possui aplicativos nas principais lojas, porém a interface do usuário é direcionada para o uso no Windows Phone, o que pode prejudicar a usabilidade.

A Google já é conhecida por ter seus aplicativos funcionando da mesma forma em qualquer dispositivo, pois é uma das pioneiras no uso da computação em nuvem. Com o e-mail, não poderia ser diferente: é possível receber todas as informações e lembrar dos compromissos a partir de qualquer lugar.

4. Custo

O Microsoft Outlook faz parte do pacote Office, então, para poder usá-lo, é preciso comprar os demais programas. Em muitos casos, a empresa adquire o Office completo, mas resume seu uso a Word, Excel, Outlook e Power Point, acarretando um custo excessivo de forma desnecessária.

Nesse sentido, a solução do Google pode ser integrada ao G Suite, que possui aplicações que complementam umas as outras. Com isso, o gasto com a contratação tem um retorno operacional e financeiro mais atraente para o negócio.

5. Performance

Mesmo com a Microsoft se esforçando para deixar o Outlook mais leve, não há como comparar sua performance com a de uma solução em nuvem.

Preferivelmente, os computadores devem ter o Windows instalado para funcionar bem com o Outlook, o que requer uma configuração mais potente. Já a Google não utiliza quase nenhum recurso do hardware local, pois o acesso é todo na nuvem.

Com tantas vantagens, não há dúvidas de que o e-mail corporativo da Google é a opção certa para trazer mais agilidade e eficiência para os processos de uma empresa.

Os problemas do Outlook tiram muito do brilho da ferramenta que, apesar de suprir as necessidades, possui muitas falhas, fazendo com que o consumidor se questione se o valor cobrado é coerente com o produto entregue.

E então, já decidiu sair dos problemas do Outlook e migrar para uma solução melhor? Entre em contato conosco para obter mais informações!