A internet vem revolucionando a maneira com que as pessoas e empresas lidam com a tecnologia, e a computação em nuvem faz parte dessa revolução. Essas inovações se popularizaram primeiro com os usuários domésticos, em serviços como e-mails, redes sociais e Google Drive. E em seguida as empresas começaram a adotar esses adventos em seu dia a dia.

Nesse artigo você vai poder tirar todas as suas dúvidas sobre o armazenamento em nuvem e ver como ainda há muitos equívocos quando se trata dessa tecnologia.

É realmente seguro?

A principal barreira para a adoção do armazenamento em nuvem pelas empresas ainda é a questão da segurança. Mas a verdade é que nos últimos anos os níveis de segurança foram o aspecto onde houve mais investimento por parte dos fornecedores.

Com criptografias avançadas e métodos de segurança que incluem até “quebrar” o conteúdo em partes e dividi-las entre vários servidores, hoje o armazenamento em nuvem é uma tecnologia extremamente segura.

A nuvem é um serviço caro?

Os custos de criação de um data center interno são bem mais altos. Despesas com hardware, software, energia, treinamentos, segurança e pessoal capacitado torna a terceirização dos serviços em nuvem mais em conta, além do que toda a preocupação com o gerenciamento dos servidores fica por sob responsabilidade da empresa fornecedora, sobrando tempo para que a sua tome conta de seus negócios.

Além disso, atualmente a oferta de serviços está bem flexível, portanto sua empresa pode contratar somente o que realmente precisa, tornando tudo mais barato.

É complexo de gerenciar?

Ainda há esse mito de que a configuração e gerenciamento de um servidor na nuvem é algo complexo. Porém, até mesmo a migração para uma estrutura na nuvem é simples.

Além disso, a escalabilidade da tecnologia permite que mais infraestrutura seja contratada de maneira rápida e fácil e com preço mais baixo do que a aquisição de novos equipamentos.

Somente empresas grandes utilizam?

A ideia de que a nuvem é complexa, cara e está associada apenas a empresas grandes como Microsoft e Google, ajudaram a alimentar esse pensamento. Mas na realidade, os custos baixos, fácil administração e diversidade de opções estão ao alcance de empresas pequenas também.

Ferramentas como Google Apps são fáceis de serem configuradas e têm baixo custo. Portanto, a nuvem está ao alcance de qualquer empresa, independentemente de seu tamanho.

A nuvem aumenta a produtividade?

Sim, pelo simples fato de que a nuvem favorece o trabalho remoto, ou seja, os funcionários da empresa podem acessar documentos importantes de qualquer lugar, em qualquer dispositivo, mesmo que distantes da empresa, como em viagens a trabalho, por exemplo.

Além disso, a nuvem fornece acesso mais rápido a arquivos essenciais e todas as responsabilidades de cuidar da estrutura ficam para a empresa fornecedora, ou seja, os seus funcionários focam apenas no que realmente importa: seu negócio.

É uma moda passageira?

De acordo com as projeções da consultoria IDC, o mercado de computação na nuvem está crescendo 67% ao ano e deve continuar assim pelo menos até 2020.

Apesar da crise, o Brasil recebeu fortes investimentos nesse segmento que mostram que essa tecnologia definitivamente veio para ficar.

Você está pronto para começar a utilizar o armazenamento em nuvem em sua empresa? Conte para a gente nos comentários!

Baixe o E-book Guia Completo sobre Cloud Computing