Os clientes são um dos maiores ativos de qualquer organização. Por isso, eles devem ser uma das prioridades do negócio, sendo tratados como a razão de sua existência. Porém, tão importantes quanto eles, há os colaboradores da empresa. São essas pessoas que fazem toda a operação rodar e as coisas acontecerem.

Entretanto, muito se fala da qualidade do atendimento ao cliente externo, mas poucos se atentam para o atendimento interno, com foco nos funcionários da companhia. A grande verdade, porém, é que é preciso que as empresas se preocupem com seus colaboradores. Apenas assim eles se sentirão bem no ambiente de trabalho.

Além disso, existe uma relação importante entre o atendimento do cliente externo e do público interno. Afinal, um funcionário satisfeito tem mais condições de prestar um atendimento com maior qualidade para os clientes da empresa, não é mesmo?

Devido à importância desse assunto, neste post separamos os 3 erros mais comuns em relação ao atendimento interno, mostrando também como evitá-los. Fique de olho!

1. Não dar a devida atenção aos colaboradores

O primeiro cuidado em relação ao atendimento interno é mostrar aos colaboradores que há um bom suporte em qualquer solicitação que fizerem.

Geralmente, o departamento de RH tem muitos afazeres. Entretanto, é preciso entender que uma das suas prioridades deve ser o atendimento ao colaborador quando ele procura o departamento durante a sua rotina de trabalho.

Portanto, é preciso ter cuidado e evitar um atendimento que seja ríspido. Se isso acontecer, ele pode ficar insatisfeito e transferir esse sentimento para outros pilares importantes da empresa, como os clientes e a equipe de trabalho, por exemplo.

2. Não fornecer treinamentos de forma constante

Para que os colaboradores possam realizar suas tarefas e responsabilidades do dia a dia, é preciso que eles estejam preparados e sintam-se seguros para isso. Portanto, é importante criar um ambiente que seja propício ao aprendizado. Isso pode ser alcançado por meio de treinamentos constantes.

Os treinamentos podem ocorrer de diversas maneiras. Uma delas é incentivando os próprios colaboradores a se capacitar e compartilhar conhecimento com os demais. Você pode, também, disponibilizar verba para treinamentos externos, conforme a necessidade de cada funcionário e a área em que ele está inserido na empresa.

Dessa maneira, ele reconhecerá cada vez mais que a empresa tem uma política de incentivo que investe nos colaboradores e proporciona um excelente ambiente de aprendizado.

3. Não medir a satisfação dos colaboradores

Não é sempre que um funcionário insatisfeito reclama. Por isso, é importante que a empresa tenha uma postura mais ativa na busca por sua opinião. Para tanto, é necessário medir a satisfação dos colaboradores.

Uma forma eficiente de fazer isso é por meio de pesquisas e questionário anônimos, tal como a pesquisa de clima organizacional, que tem capacidade de avaliar todos os aspectos da empresa.

Se você não toma iniciativas como essa, pode acabar achando que os colaboradores estão satisfeitos, mesmo quando a realidade é bem diferente. Isso, por sua vez, pode ocasionar problemas futuros para o negócio.

Um bom atendimento interno é imprescindível para que haja uma comunicação cada vez mais clara e transparente entre o negócio e o colaborador, facilitando, principalmente, o trabalho do departamento de Recursos Humanos.

Gostou de conhecer os erros de atendimento interno do qual sua gestão deve passar longe? Quer mais dicas para continuar aprimorando seu negócio? Então confira nosso e-book gratuito de G Suite, aprenda a utilizar as ferramentas do Google.