À medida que as empresas lidam com a crescente quantidade de informações corporativas geradas todos os dias, elas enfrentam uma verdade assustadora: sem seus dados, elas não têm negócios. É por isso que é tão fundamental ter o hábito de fazer backup na nuvem para proteger informações empresariais valiosas. 

Mesmo com vários dispositivos físicos de armazenamento disponíveis, o lugar mais seguro é o Cloud Backup ou o backup on-line. Esse tipo de backup é um procedimento prático para se ter uma cópia de segurança de seus dados em servidores baseados na nuvem. Com essa facilidade on-line de salvar dados, os usuários agora podem armazenar seus valiosos documentos, fotos, vídeos e arquivos de áudio sem ocupar espaço no dispositivo.

Para que você conheça melhor as vantagens sobre essa forma de armazenamento de dados, separamos neste post quatro dicas. Com elas será possível tirar bastante proveito do backup na nuvem. Confira!

1. Considere como você vai restaurar os dados

Quando você faz backup de um sistema e todo seu armazenamento, está protegendo tudo de qualquer falha da sua máquina ou do seu sistema operacional. Isso é útil se for necessário restaurar um ambiente completo de informações.

No entanto, se você quiser apenas proteger um serviço, como um banco de dados, você pode querer restaurar apenas um arquivo específico. O objetivo é considerar o que você pode querer restaurar e, então, fazer uma decisão de backup que facilitará seus objetivos.

2. Use a deduplicação

É uma boa ideia minimizar a quantidade de dados em backup. Isso é muito eficiente para qualquer pessoa que tenha um custo significativo por backups.

Uma maneira de diminuir a quantidade de dados que está sendo copiada (sem comprometer a proteção) é usar a deduplicação. Diferentes fornecedores do backup on-line implementam essa prática de maneiras diferentes. Alguns provedores farão backup de cada arquivo apenas uma vez.

Se o mesmo arquivo existe em vários locais, serão criados atalhos para o arquivo original. Esses atalhos criam a ilusão de que o arquivo foi copiado separadamente para cada local.

3. Faça backup dos arquivos mais importantes primeiro

Quando você adere a um serviço de backup na nuvem, será necessário  fazer um backup inicial antes que ele possa começar a fazer backup de dados de forma incremental. 

Sendo assim, dependendo da quantidade de dados que precisam ser copiados e da velocidade da sua conexão com a Internet, esse backup inicial pode demorar muito para ser concluído. Como o primeiro backup pode demorar tanto tempo, é importante priorizar seus dados mais importantes.

4. O papel do Google Drive no backup na nuvem

Com a sua ampla gama de aplicações integradas, o Google Drive facilita o seu trabalho. A maioria dessas aplicações também não lhe custa nada, o que, emparelhado ao fato de ter 15 GB de armazenamento livre em nuvem apenas por criar uma conta do Google e baixar os aplicativos mobile e desktop.

Se você usar o Gmail, também usar o Google Drive permitirá que você envie arquivos grandes para seus contatos diretamente de sua conta de e-mail. Além disso, se você precisar acessar qualquer arquivo enquanto viaja, pode baixar a aplicação Google Drive no seu smartphone. 

O backup em nuvem se tornou o principal requisito de várias organizações e usuários domésticos, pois tudo pode ser acessado remotamente pela internet. Ele pode ser definido como a melhor solução de recuperação, pois oferece acesso instantâneo aos seus valiosos dados.

Você já usa o Google Drive ou tem costume de fazer Cloud backup? O que acha sobre a prática de fazer backup na nuvem dos dados de sua empresa? Deixe sua resposta em nosso comentário e compartilhe com a gente, e com os demais leitores, sua opinião sobre o assunto!