Manter dados importantes no disco rígido do notebook ou em pen drives não oferece muita segurança. Um possível roubo à empresa ou ataques de hackers podem ser o suficiente para causar a perda daquela apresentação de slides magnífica que você montou.

Isso sem falar nos problemas de compatibilidade que podem desconfigurar sua apresentação, no caso de ela ser aberta em outro equipamento com um software diferente ou que não possua uma determinada fonte instalada, por exemplo. Uma maneira de eliminar todos esses problemas é fazer as suas apresentações no Google Slides.

Fazer suas apresentações no Google Slides permite o acesso remoto ao trabalho, que estará hospedado no Google Cloud. Além disso, ele utiliza um sistema próprio on-line. Assim, você só precisará de um smartphone, notebook ou qualquer outro dispositivo conectado à internet para acessar seus slides, da forma como você os organizou, de qualquer lugar do mundo.

Existem ainda muitas outras vantagens na utilização do Google Slides, vamos conhecê-las um pouco melhor? Continue a leitura e confira!

Benefícios do uso do Google Slides

Interação com sua audiência

Qualquer comunicação por meio do Google Slides pode ser transmitida via Hangout, serviço de videochamadas disponível no pacote G Suite, e acompanhada por meio de dispositivos móveis ou notebooks à distância.

Dessa forma, quem comanda a apresentação pode falar e controlar a passagem de slides enquanto recebe perguntas de participantes no decorrer da exposição. Esse tipo de recurso aumenta consideravelmente o nível de interatividade e eficiência nas reuniões virtuais.

Colaboração on-line

Ter suas apresentações do Google Slides armazenadas na nuvem permitirá o compartilhamento dos arquivos com outros funcionários de maneira simples e ágil. Sobretudo, isso favorece um sistema colaborativo de trabalho, no qual todos podem editar as apresentações, inclusive simultaneamente, caso seja necessário.

Logo, o pacote G Suite mantém a equipe alinhada, com acesso 24 horas por dia a todos os slides. O que, por sua vez, proporciona o enriquecimento dos materiais disponíveis na nuvem, por meio de ações colaborativas, algo que o armazenamento em pen drives não oferece.

Design de alto padrão fácil de fazer

É possível inserir gráficos, imagens, animações e vídeos no Google Slides. Isso é muito importante para que as apresentações sejam mais dinâmicas e interativas, proporcionando um melhor entendimento e engajamentos com as pessoas que assistirão uma palestra ou terão acesso à apresentação de alguma forma.

A plataforma conta com opções prontas de formatação, oferecendo temas, layouts, efeitos de transição e planos de fundo bonitos e diferentes. A simplicidade da interface auxilia o usuário na criação de apresentações mais limpas e objetivas, o que é cada vez mais desejável no mundo dos negócios.

Pesquisa no Google integrada aos slides

Quando você estiver desenvolvendo apresentações, poderá pesquisar quaisquer informações que se encontrem nos slides. Isso é importante para que informações sejam atualizadas ou alteradas no caso de você perceber algum erro de digitação ou equívoco que tenha passado despercebido antes, por exemplo.

Para isso, selecione o texto que contém a informação e clique sobre o campo selecionado com o botão direito do mouse, em seguida escolha a opção “explorar”. Após realizar esse tipo de ação, aparecerá uma janela no canto direito do slide mostrando resultados de busca do Google, o que facilita a verificação dos dados em tempo real ou, ainda, a busca por informações complementares. Essa funcionalidade permite pesquisas nas modalidades web, imagens e no próprio drive.

Dicionário

Outro recurso interessante é o dicionário. Assim, caso queira entender melhor o significado de uma palavra presente no slide, basta realizar um procedimento similar ao anterior. Selecionando uma palavra, clique sobre ela com o botão direito do mouse, e em seguida escolha a opção “definir”. Essa ação trará como resultado diversas definições da palavra com explicações sobre o seu significado.

O dicionário também pode ser útil para que seja evitado a repetição de palavras, de modo que você pode buscar por sinônimos e assim ter um texto de mais qualidade na sua apresentação no Google Slides.

Salvamento automático

Sabe quando você faz uma apresentação no Power Point ou em outro software para essa finalidade e precisa ficar salvando o arquivo de tempo em tempo para não perder informações importantes? No Google Slides, você pode se esquecer dessa tarefa chata e incômoda de uma vez por todas.

Isso acontece porque o próprio sistema salva automaticamente todas as alterações feitas no slide, sem que você precise fazer isso de forma manual. Além disso, você também pode visualizar as edições antigas do arquivo, para que possa voltar a trabalhar nelas, caso cometa algum erro e esse acabe sendo salvo, por exemplo.

Compatibilidade com o Power Point

O Power Point é um dos programas mais utilizados no mundo para a criação de apresentações de slides e provavelmente você tem muitas delas, criados com esse programa, salvas no seu computador, não é mesmo? A boa notícia é que o Google Slides é compatível com Power Point.

Isso quer dizer que você poderá importar as suas apresentações feitas no Power Point para o Google Slides, sem ter que refazer todo o trabalho para transferi-las para o ambiente online. O mesmo ocorre no processo inverso, ou seja, você pode baixar as apresentações do Google Slides e abri-las no Power Point, de forma simples, prática, rápida e sem precisar fazer o uso de nenhum programa adicional.

Modo off-line

Engana-se quem prensa que é necessário o acesso à internet para utilizar e até mesmo editar uma apresentação no Google Slides. Você pode ativar o modo off-line e alterar as informações, mesmo que, por qualquer motivo, não tenha acesso à internet no momento do uso.

Extra: dicas rápidas para fazer uma apresentação de qualidade

O Google Slides permite diversas funcionalidades e tecnologias para as suas apresentações. Para isso, no entanto, é importante que você se atente para algumas boas práticas para uma apresentação de qualidade.

Recomenda-se sempre o pouco uso de texto nas apresentações, opte sempre por tópicos, para que você apenas não esqueça o conteúdo que vai falar. Assim, a apresentação não se torna cansativa para os ouvintes e você não caí no erro de apenas ler durante todo o seu discurso.

Também é importante adotar alguns elementos básicos no design na apresentação. Utilize fontes simples e evite utilizar mais de duas fontes em cada slide.

As cores também devem ser bem planejadas. Existe, inclusive, uma técnica chamada de psicologia das cores, na qual o uso de determinadas cores ou combinações de cores pode fazer com que a audiência haja de determinada forma. Isso pode contribuir, portanto, para que a sua apresentação seja mais persuasiva.

Viu só? Usar uma apresentação no Google Slides em suas próximas apresentações corporativas pode ser bastante vantajoso. Você já conhecia os benefícios e funcionalidades da ferramenta? Entre em contato conosco e saiba mais sobre esta e outras soluções.