A computação na nuvem tem sido adotada por empresas que buscam formas de serem mais competitivas e terem custos reduzidos. E, pouco a pouco, essa tecnologia tornou-se indispensável para negócios que buscam formas mais inteligentes de atenderem a demandas de clientes e parceiros comerciais.

Mas quais são os desafios do cloud computing? E as tendências para os próximos anos? É isso que você irá descobrir a seguir. Confira!

O que é cloud computing

A computação na nuvem é uma tecnologia utilizada para a execução de aplicações e armazenamento de arquivos em servidores remotos. Eles tornam-se, com isso, acessíveis via web ou por meio de aplicativos móveis para smartphones e tablets.

Essa tecnologia permite que empresas tenham mais mobilidade e consigam compartilhar dados facilmente. Ao manter serviços de TI na nuvem, a companhia pode investir em políticas de trabalho remoto com a segurança de que seus profissionais poderão atuar sem perder produtividade. Da mesma forma, a troca de arquivos é feita com alguns cliques, tornando times mais integrados.

As vantagens do cloud computing são múltiplas. Entre as principais, destacamos:

  • custos de manutenção reduzidos;

  • possibilidade de manter times com rotinas de trabalho mais flexíveis;

  • simplificação das políticas de gestão;

  • maior escalabilidade operacional;

  • gestão centralizada de serviços.

Quais são as tendências do cloud computing

Nos próximos anos, a computação na nuvem continuará cada vez mais presente dentro do ambiente corporativo. E, diante disso, empresas devem estar por dentro das tendências dessa tecnologia para saber quais os melhores investimentos na área.

Confira algumas tendências!

1. Serverless computing

A computação sem servidores tornará a rotina do setor de TI mais inteligente e ágil. A empresa contará com máquinas virtuais para simular o funcionamento de dispositivos reais, ganhando escalabilidade operacional e reduzindo custos. Além disso, terá a possibilidade de definir como os dispositivos estarão estruturados de acordo com as necessidades do negócio.

2. Nuvem pública para aplicativos corporativos

A nuvem pública já é utilizada para várias funcionalidades. Nos próximos anos, com os avanços de segurança feitos pelas empresas que lidam com esse tipo de plataforma, esse tipo de infraestrutura será mais seguro e confiável. E, com isso, mais e mais empresas devem migrar os seus sistemas para ambientes de public cloud, aproveitando-se dos benefícios dessa escolha.

3. Despesas mais assertivas

A possibilidade de pagar de acordo com a demanda e a melhora dos planos corporativos deve garantir a empresas a possibilidade de gastar corretamente com a nuvem. Para o gestor, isso gera uma estrutura orçamentária mais simples, um planejamento de médio e longo prazo mais transparente e previsível. Consequentemente, a empresa terá mais recursos para investir em novas aplicações.

Quais os desafios para utilizar a computação na nuvem

O uso da computação na nuvem no ambiente corporativo traz uma série de desafios para o negócio. A grande maioria deles é facilmente contornável, uma vez que essa é uma tecnologia flexível e fácil de ser incorporada ao ambiente corporativo.

Um dos maiores desafios do cloud computing está nas questões de segurança de dados. A empresa precisa adequar as suas políticas de proteção para que a inserção de novas ferramentas não crie novas vulnerabilidades.

Ao mesmo tempo, o negócio também precisa adaptar as suas políticas operacionais para obter um maior retorno com o investimento com a nuvem. É preciso flexibilizar processos, integrar times e criar uma rotina de trabalho com maior mobilidade.

O planejamento é crucial. Ele evita que a migração para a nova plataforma ocorra com erros, torna investimentos mais previsíveis e impede uma série de problemas. Portanto, sempre que for investir em uma nova solução e efetuar mudanças, torna a adaptação mais simples e prática.

Gostou deste post e quer receber mais dicas sobre tecnologia? Então curta a nossa página no Facebook!