A computação na nuvem é conhecida pela sua flexibilidade. Em cima dessa tecnologia, várias soluções são criadas, facilitando o dia a dia de diferentes perfis de negócio. Nesse sentido, a arquitetura serverless tem chamado a atenção de desenvolvedores de todo o planeta pelas suas vantagens e recursos.

Também conhecido como FaaS (Function as a Service, ou Função Como Serviço, em uma tradução livre), esse modelo de infraestrutura de cloud computing permite que empresas trabalhem com mais agilidade e flexibilidade. Assim, a prestação de serviços é feita de forma mais competitiva e integrada com as necessidades do mercado.

Quer saber mais? Então veja o nosso post de hoje!

O que é a arquitetura em serverless?

A arquitetura em serverless é um modelo de serviço de cloud computing, no qual o desenvolvedor pode criar softwares e executar aplicativos sem precisar investir recursos na administração das funções de máquinas virtuais.

Em outras palavras, esse tipo de serviço dá ao profissional de TI mais tempo para focar em processos críticos, uma vez que rotinas como o provisionamento de recursos e gestão de funcionalidades passa a ser executado pelo prestador de serviços.

Quais as vantagens dessa tecnologia?

A implementação de uma arquitetura em serverless traz uma série de vantagens para o negócio. Custos são reduzidos, o time de TI ganha agilidade operacional e todos poderão atuar de maneira estratégica na resolução de problemas.

Confira alguns dos benefícios desse investimento abaixo!

Possibilidade de utilizar várias linguagens de programação

Aplicações serverless permitem o uso de várias linguagens de programação. Isso dá mais flexibilidade para gestores de TI durante o planejamento de projetos de desenvolvimento: independentemente dos requisitos, a equipe terá a certeza de que contará com as soluções corretas para trabalhar da melhor forma possível.

Maior produtividade

Trabalhando em um ambiente unificado e baseado na nuvem, a companhia pode adotar rotinas de trabalho mais flexíveis, que dão grande agilidade para o profissional. Políticas como as de home office, por exemplo, serão integradas aos projetos de desenvolvimento sem que a produtividade seja comprometida.

Assim, a empresa garantirá que os profissionais poderão manter-se ativos mesmo quando estejam fora do seu local tradicional de trabalho.

Ambiente mais integrado

Uma das vantagens da nuvem é a possibilidade de integrar times facilmente. Trabalhando em um ambiente unificado e centralizado, cada equipe pode trocar informações estratégicas. Assim, a resolução de problemas é mais ágil e o número de conflitos, menor.

Facilidade para inovar

Para ter projetos de sucesso, é importante que o negócio saiba inovar. Nesse sentido, a arquitetura serverless fornece o ambiente ideal para que o negócio possa ter projetos mais inovadores e modernos.

Na nuvem, o acesso a novos recursos é feito com rapidez. Atualizações são distribuídas em alguns cliques. Assim, todos os profissionais podem implementar novas formas de executar processos sempre que for necessário, reduzindo prazos e melhorando a qualidade do produto final.

Como criar processos mais inteligentes e ágeis?

A execução de projetos em uma arquitetura em serverless traz ao gestor de TI uma capacidade maior de inovar e obter melhores resultados. Por meio dessa solução, a companhia pode atuar de maneira estratégica, integrando times, flexibilizando rotinas e reduzindo o desperdício de recursos.

Assim, as metas de cada projeto são atingidas facilmente, melhorando a competitividade do empreendimento.

Gostou desse post sobre arquitetura em serverless? Compartilhe-o em suas redes sociais e ajude os seus colegas de trabalho a conhecer essa tecnologia inovadora!